Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Queda de cabelo: Conheça as principais causas

Nós já falamos por aqui sobre a queda de cabelo, mas muitas pessoas enfrentam esse problema e, além de resultar em baixa autoestima, pode ser indicativo de outras questões do organismo, por isso, é importante reforçar o tema.

A queda dos fios pode ocorrer devido à falta de nutrientes, situações de estresse, predisposição genética, entre outras causas. Quer saber mais sobre o assunto? Continue a leitura!

Qual a diferença entre calvície e queda de cabelo?

Algumas pessoas fazem uma certa confusão sobre esses dois termos e acreditam estar relacionados ao mesmo quadro. A calvície, ou alopécia androgenética, pode gerar queda de cabelo, entretanto, geralmente, o paciente não percebe o aumento na queda capilar e sim cabelos mais ralos. Isso acontece porque os fios que caem dentro da normalidade (entre 50 e 100 fios por dia) não são substituídos.

A calvície pode acometer homens e mulheres, sendo mais comum entre o primeiro grupo e está relacionada a questões genéticas que fazem o fio nascer atrofiado e mais fino.

Já a queda de cabelo é caracterizada pelo excesso de perda dos fios e pode ser uma situação passageira dependendo da causa.

O que ocasiona a queda de cabelo?

Diversos fatores podem ocasionar o problema e é fundamental buscar acompanhamento com um especialista para fazer exames, averiguar as causas e realizar o tratamento correto. A seguir falaremos sobre alguns deles:

Falta de nutrientes no organismo

Nosso corpo tem um mecanismo complexo e cada elemento tem um papel importante para o correto funcionamento dele, a água, por exemplo, é essencial para isso, assim como as proteínas. Portanto, é necessário ter uma alimentação equilibrada e rica em nutrientes para evitar a queda capilar.

O problema pode ser gerado, por exemplo, pela anemia, que é deficiência de ferro, ou ainda por falta de vitamina B e magnésio. Sendo assim, é importante ingerir alimentos como carnes magras, legumes, verduras, oleaginosas, entre outros. Além disso, é preciso buscar acompanhamento médico para realizar o tratamento adequado e evitar que a anemia se agrave.

Estresse

Uma causa bastante comum da queda de cabelo é o estresse, tanto físico, quanto mental. O estresse contínuo aumenta a taxa de cortisol no organismo e também pode comprometer o sistema circulatório e afetar a fixação dos fios.

Dessa forma, se você estiver passando por situações de estresse frequente, o recomendado é buscar auxílio médico, investir em uma alimentação balanceada, em exercícios físicos e atividades de lazer ou que te tragam bem-estar como pintura, leitura, passeios, etc.

Doença da tireoide

O hipertireoidismo e o hipotireoidismo geram alterações hormonais e também podem ser razões para a queda excessiva dos fios. Por isso, durante uma consulta com um dermatologista ele poderá solicitar exame de sangue para analisar o hormônio da tireoide.

Medicamentos

Alguns medicamentos como os antidepressivos podem apresentar como efeito colateral a queda capilar, sendo assim, não faça automedicação e busque sempre acompanhamento médico para realizar o tratamento adequado, evitar complicações e tirar suas dúvidas sobre o medicamento.

Além dos fatores citados acima algumas mulheres também percebem o problema após a gravidez, mas, geralmente, essa situação é normal e passageira devido às alterações hormonais desse período.

Essas são algumas das causas da queda de cabelo, entretanto, se você tiver com esse problema é fundamental se consultar com especialista para fazer a avaliação do seu caso e indicar os melhores tratamentos.

Você tem problemas de queda de cabelo? Conte nos comentários ou em nossa página no Facebook!

0/5 (0 Reviews)

Deixe um comentário

Assine e receba conteúdos exclusivos e atualizações do blog